domingo , 22 outubro 2017
Home / Notícias / Pelo fim dos agrotóxicos, população brasileira se mobiliza em diversas cidades

Pelo fim dos agrotóxicos, população brasileira se mobiliza em diversas cidades

sul 21Nesta quarta-feira (3), data que marca o Dia Internacional do Não Uso dos Agrotóxicos, a população brasileira sairá às ruas em diversas cidades para denunciar o agronegócio e os danos causados pelo modelo agrícola predominante no país.

Além disso, os manifestantes vão exigir mais estímulo à agroecologia, uma alternativa à produção de alimentos saudáveis e com capacidade de garantir a segurança alimentar da população através da agricultura familiar e camponesa.

A data escolhida para a manifestação, organizada pela Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida, marca os 30 anos da tragédia de Bhopal, na Índia. Na ocasião, mais de 16 mil pessoas morreram e 560 mil foram intoxicadas após a explosão da fábrica de agrotóxicos da Caribe Union, atual Dow Chemical.

“Bhopal não foi um acidente. Assim como também não foi um acidente a chuva de venenos na escola de Rio de Verde (GO), e tantas outras tragédias anunciadas pela ganância daqueles que afirmam que a comida que nos alimenta só pode ser produzida com muito veneno. Eles lucram muito com isso”, diz trecho do manifesto lançado pela Campanha.

O Brasil se consagrou como o maior consumidor mundial de agrotóxicos desde 2008, ultrapassando os Estados Unidos. Em média, cada brasileiro consome 5,2 litros desses insumos todos os anos.

Apesar de diversos estudos científicos comprovarem a associação dos agrotóxicos ao aumento de cânceres, abortos, más-formações congênitas, alterações neurológicas e somáticas, o governo brasileiro continua a estimular o setor através de isenção fiscal – os agrotóxicos têm 60% de isenção do ICMS, e muitos ainda possuem 100% de isenção do IPI, PIS/PASEP e COFINS.

Em 2013, o mercado de agrotóxicos rendeu US$11,5 bilhões. O lucro se concentra em seis grandes empresas transnacionais: Monsanto, Basf, Syngenta, Dupont, Bayer (fabricante do gás letal usado pelos nazistas) e a Dow, que até hoje não reconhece sua responsabilidade sobre Bhopal.

Abaixo, confira a programação de algumas capitais e cidades brasileiras que farão a mobilização:

Aracaju (SE)

8h: Praça Fausto Cardoso

Ato Público de denúncia sobre os impactos e consequências do uso de agrotóxicos no Brasil.

https://www.facebook.com/events/589446904535407/

Belém (PA)

https://www.facebook.com/events/661750180611895/

Sessões de cine-debate em Belém do Pará, por menos veneno e mais comida!

(às 9h) Auditório do MAFDS, Núcleo de Ciências Agrárias da UFPA

(às 16h) Auditório da FANUT, Faculdade de Nutrição da UFPA

(às 16h) Auditório do Bloco F, Faculdade de Nutrição da UNAMA

Belo Horizonte (MG)

De 8h às 17h, na Praça Sete.

Brasília (DF)

8h em frente à CTNBio com o comitê da Campanha e Via Campesina

Campinas (SP)

https://www.facebook.com/events/1546718505573796/…

Com direito à programação estendida de filmes durante a semana do dia 03/12.

Protestos de índios impedem discussão e votação da PEC 215

Contagem (MG)

Praça Iria Diniz – Avenida João César De Oliveira, 32310 Contagem

Cuiabá (MT)

16h – Ato em frente ao shopping Pantanal – Cuiabá (panfletagem e mobilização)

Curitiba (PR):

12h na Boca Maldita

Inconfidentes (MG)

8h às 16h na praça Tiradentes;

17h: Palestra no Auditório da Escola-Fazenda

20h30: CineUai: Agricultura Tamanho Família

Goiânia (GO)

Local: sala T-15 do edifício-sede do Ministério Público do Estado de Goiás (9 às 12h) e Mercado Vila Nova (até as 19h). No evento será lançado o 11o. FÓRUM ESTADUAL DE COMBATE AOS IMPACTOS DOS AGROTÓXICOS, um dos objetivos de Projeto do CNMP e Fórum Nacional de Combate sós Agrotóxicos.

Joinvile (SC)

Vídeo-Debate: O veneno está na mesa 2

02/12 – 19h15: na Casa Iririú

03/12 – 19h15: no Centro de Direitos Humanos – CDH Joinville

Juiz de Fora (MG)

17h: Aula Pública no Parque Halfeld

18h30: O veneno está na mesa 2 – Auditório João Carriço

Macaé (RJ)

Panfletagem e exibição de filmes durante o II Fórum em Humanidade do NUPEM/UFRJ – Macaé

Mucugê (BA)

Seminário Impactos Causados Por Agrotóxicos No Território Da Chapada Diamantina. Centro de Cultura, 9 às 17h.

Porto Alegre (RS)

17h30 na Esquina Democrática

www.facebook.com/events/755261654527794/?ref=2&ref_dashboard_filter=upcoming

Recife (PE)

9h no Mercado São José

Rio de Janeiro (RJ)

Cinelândia:

15 às 21h | Exposição de Fotos e Outras Intervenções

18h | Aula Pública (Representantes da Fiocruz, da Campanha e Depoimento de Agricultor/a)

19h30 | Exibição do Filme “Agricultura da Morte” e Curta Agroecologia

São Paulo (SP)

Ações informativas para a população alertando para os perigos dos Agrotóxicos.

CUT e sindicatos filiados

A partir das 11h na Praça do Patriarca, centro de São Paulo.

Vitória (ES)

– Panfletagem + Panelaço E/Ou Batucada-Barulho No Ru – Ufes – Concentração A Partir Das 10:00hs No Elefante Branco Próximo A Barraca Agroecológica;

– Exibição do Vídeo “O Veneno Está Na Mesa II” (Silvio Tendler)

– Ao Término da Exibição Será Realizado Panelaço E/Ou Batucada-Barulho Na Rua Juntamente a Panfletagem

Fonte: Brasil de Fato
Foto: Divulgação

Além disso, verifique

Direito-Ambiental-thumb-71

Breve comentário à Lei que estabelece o Produto Interno Verde – O que mudou nos parâmetros clássicos de desenvolvimento.

por Adalberto Arruda Silva Júnior. Entrou em vigor essa semana, dia 17 de outubro, a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *