sexta-feira , 15 dezembro 2017
Home / Notícias / Energia eólica transforma Brasil em um dos líderes mundiais na produção de aerogeradores

Energia eólica transforma Brasil em um dos líderes mundiais na produção de aerogeradores

 

 

O Brasil está para se tornar um dos líderes mundiais na produção de aerogeradores, equipamentos destinados a produzir energia elétrica a partir dos ventos. Nos próximos cinco anos, estima-se um mercado de R$ 25 bilhões para esses produtos, de forma a atender a expectativa do setor de contratar, pelo menos, 2,5 gigawatts (GW) por ano até 2020, acrescentando, a partir de 2012, mais 20 GW de energia eólica ao sistema.

Os dados são de levantamento da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica), que deverá ser divulgado no 3o Brazil Windpower, nos dias 29, 30 e 31 de agosto, no Centro de Convenções Sulamérica, no Rio de Janeiro. Estudos recentes mostram que o potencial onshore do Brasil em energia a partir dos ventos é da ordem de 300 GW.

O maior estímulo a essa criação de uma cadeia industrial do setor de energia eólica no Brasil vem do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A instituição vincula seus financiamentos a um índice de nacionalização mínimo dos equipamentos. “Há 10 anos, tínhamos apenas um fabricante local, hoje os principais agentes já instalaram fábricas no Brasil”, explica Élbia Melo, presidente-executiva da Abeeólica.

Serão necessários instalar pelo menos mil aerogeradores em média por ano no Brasil. Hoje, para se ter uma ideia, existem 1.342 equipamentos funcionando em 71 parques eólicos. Na esteira dessas turbinas, toda uma sorte de equipamentos acessórios também serão demandados. Só no Brazil Windpower, por exemplo, serão 170 empresas expositoras, que vão trazer o estado da arte da tecnologia para aumentar a capacidade de geração dos parques eólicos brasileiros.

Sobre o Brazil Windpower

Brazil Windpower é uma promoção da ABEEólica (Associação Brasileira de Energia Eólica), do GWEC (Conselho Mundial de Energia Eólica, com sede em Bruxelas) e do Grupo CanalEnergia. O evento está inserido na agenda anual de eventos de energia eólica e tem o apoio da AWEA (Associação Americana), EWEA (Associação Europeia), dentre outros. Mais informações: http://www.brazilwindpower.org.

(Abeeólica)

Além disso, verifique

Direito-Ambiental-thumb-73

INCRA deve promover o licenciamento ambiental em assentamentos de reforma agrária

“A 1ª Vara Federal de Bagé determinou que o Instituto Nacional de Colonização e Reforma ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *