terça-feira , 19 novembro 2019
Home / Notícias / Carta de Lançamento da UBAA – União Brasileira da Advocacia Ambiental

Carta de Lançamento da UBAA – União Brasileira da Advocacia Ambiental

Exibindo capa-face.png

Há 35 anos, em 2 de setembro de 1981, o DOU publicava a Lei n. 6.938, que criou no Brasil a Política Nacional do Meio Ambiente – PNMA. De conhecimento de todos, a PNMA, embora já significativamente alterada, é de incontestável importância ao país e trata o direito ambiental como ele deve ser visto, ou seja, inserido em um sistema jurídico, submetido aos princípios gerais do direito e preceitos constitucionais. Essa interseção entre o direito ambiental com outros ramos do direito vem expressamente demonstrada, pois a PNMA tutela direito administrativo, direito civil e direito tributário.

A despeito de sua autonomia, o direito ambiental não é uma ilha isolada no oceano.

É de se lamentar que, passado tanto tempo, a aplicabilidade da PNMA ainda tem se dado de forma precária. Cita-se como exemplo que dos treze instrumentos previstos para sua implementação, não mais do que cinco são efetivamente utilizados, coincidentemente (ou não) aqueles em que é a sociedade quem dispende recursos, tais como as multas, o CTF (que gera a TCFA) e o licenciamento ambiental com ou sem Avaliação de Impacto. Instrumentos de incentivo econômico são preteridos por ações de comando e controle, a despeito de a lei mencionar 7 vezes a palavra “incentivo” e apenas 2 a palavra multa/sanção. Mais recente, a PNRS repete 15 vezes “incentivo” e também apenas 2 vezes a palavra sanção.

Disso se constata que o direito ambiental brasileiro vem sendo parcialmente aplicado, clamando por um fórum de discussões e estudos para sua promoção, como importante meio de assegurar a Segurança Jurídica e o Desenvolvimento Sustentável. Com efeito, é preciso enfrentar as incertezas que permeiam o cotidiano e os anseios da nação brasileira. Incertezas que muitas vezes afrontam a necessária previsibilidade inerente ao Estado Democrático de Direito pois, sob um falso manto de preservacionismo, afasta-se da efetiva sustentabilidade e, não raras vezes, faz de um mero processo administrativo e da burocracia estatal uma pseudo solução, um fim em si mesmo, absolutamente distante da concreta proteção ambiental e dos preceitos definidos pela PNMA.

Passados tantos anos, a classe jurídica organicamente sentiu a necessidade de se unir em prol de um projeto comum para formar – hoje – a UBAA – União Brasileira da Advocacia Ambiental. Instituição formada por advogados e professores estudiosos e atuantes no direito ambiental.

A UBAA não é uma associação ambientalista, mas é formada por atuantes na área. É formada por servidores que testemunham a ausência de investimentos nos órgãos públicos ambientais. É formada por estudiosos que postulam difundir em bases éticas e rigor técnico, a implementação efetiva do direito ambiental. É formada por advogados que buscam a troca de informações e experiências visando o desenvolvimento do direito ambiental na prática consultiva, administrativa e judicial. É formada por profissionais que têm muito a contribuir para o aprimoramento da interpretação do direito ambiental em absoluto respeito aos princípios constitucionais que asseguram a compatibilização da preservação ambiental com o desenvolvimento social e econômico brasileiro.

A UBAA ocupará um espaço de defesa dos interesses e prerrogativas da classe dos advogados e professores de direito ambiental. Deverá buscar o aprimoramento dos instrumentos da PNMA e dos institutos jurídicos aplicáveis ao direito ambiental, com uma visão crítica, característica daqueles que labutam o dia a dia forense e testemunham as dificuldades vividas pelos destinatários das normas ambientais vigentes. Sua pretensão é romper com paradigmas postos, dentre os quais um arcaico e secular “balcão” que divide em lados opostos a sociedade (o bom e a mal; o fiscal e o empreendedor). É preciso considerar todos os atores envolvidos como se fossem marinheiros de uma mesma embarcação, cuja colaboração mútua é que possibilitará avançarmos, com equilíbrio e prudência, com sustentabilidade e orientação, com incentivos aos adequados e punições aos transgressores. A UBAA consistirá em um veículo de manifestação livre, democrática e apartidária do pensamento jurídico ambiental.

As demandas não são poucas, dentre as quais, aleatoriamente lembra-se da (i) necessidade de preservar os direitos dos administrados definindo como atividade privativa do advogado o assessoramento e a representação jurídica em procedimentos administrativos perante órgãos públicos, nos termos do Projeto de Lei n. 3962/12. (ii) A angústia das áreas especialmente protegidas em zonas urbanas, notadamente aquelas com ocupação consolidada. (iii) O questionamento acadêmico e jurisprudencial de falsos dogmas aplicados no direito ambiental, muitos parcialmente importados e alguns juridicamente autóctones.

O desafio será, também, de fortalecer os órgãos ambientais, para que efetivamente implementem a Política Nacional do Meio Ambiente na sua essência, considerada esta – por interpretação da Lei n 6.938/81 –, no efetivo avanço social, conjuntamente com a preservação ambiental sem, contudo, que isso signifique o engessamento e do desenvolvimento econômico da nação brasileira.

Que Deus nos dê sabedoria.

São Paulo, primavera de 2016 (06.10.2016).

Maurício Fernandes, Diretor de Comunicação.

 

ubaa-mauricio-fernandes

Sobre o lançamento da UBAA, vide:

– ADVOGADOS FUNDAM A UNIÃO BRASILEIRA DA ADVOCACIA AMBIENTAL – UBAA

ubaa

Conheça a 1ª Diretoria da UBAA:

PAULO DE BESSA ANTUNES – Presidente
ALEXANDRE SION – Vice-Presidente
ALEXANDRE BURMANN – Secretário-Geral
WERNER GRAU – Diretor de Relações Institucionais
TALDEN FARIAS – Diretor de Ensino
MARGARETH BILHALVA – Diretora de Acompanhamento Legislativo
LUCIANA GIL – Diretora Financeira
GRACE GARBACCIO – Diretora de Relações Internacionais
MAURÍCIO FERNANDES – Diretor de Comunicação
ALBENIR QUERUBINI – Diretor de Publicações
JOSÉ MAURO DE ALMEIDA – Diretor Norte
GEORGES HUMBERT – Diretor Nordeste
MÁRCIO MAZZARO – Diretor Centro-Oeste
ALEXANDRE MAGRINELLI – Diretor Sudeste
JOÃO PIMENTA – Diretor Sul
EROS GRAU, ÉDIS MILARÉ E ANTONIO FERNANDO PINHEIRO PEDRO – Conselho Consultivo
CAROLINE BALBINO, CRISTIANE JACCOUD E CARINA MONTENEGRO – Conselho Fiscal

 

#ubaa

 

Além disso, verifique

direito-ambiental-thumb-33

Uber da Gasolina: delivery de combustível descumpre a legislação ambiental

Amplamente divulgado, o GOFit é um aplicativo que promete ser o Uber da Gasolina. Consiste …

Um comentário

  1. Renan Eschiletti Machado Guimarães

    Excepcional essa iniciativa dos profissionais da área do direito ambiental! Parabéns! Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *